Em Quatro Marcos, servidores públicos não aceitam que AMM PREV administre previdência municipal

Categoria: Quatro Marcos
Acessos: 83
camaraMais de 100 funcionários públicos participaram de  uma assembleia geral do funcionalismo público municipal, nesta quinta feira (25), no auditório da Camara de Vereadores de São José dos Quatro Marcos. A assembleia foi promovida pelo  Sindicato dos Servidores Públicos de Quatro Marcos, e comandada pelo presidente José Alessandro Mazete Justimiano.

Na reunião,  Alessandro Mazete  apresentou uma proposta  do executivo ao servidores públicos de reajuste no RGA (Reajuste Geral Anual) de 2,95% (tabela IPCA)  e o  Auxílio-Alimentação.  Alessandro ainda colocou em pauta  um assunto que vem circulando nas mídias sociais sobre um possível contrato da Previdência Municipal (PREVIQUAM), com a AMM PREV.  

Por unanimidade os funcionários públicos aprovaram uma contraproposta   que será encaminhada ao executivo pelo Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Quatro Marcos.

Sobre o RGA (Reajuste Geral Anual), os funcionários  refutaram os 2,95% da  tabela IPCA  proferido pelo executivo  e querem o mesmo percentual dado aos professores. Com relação ao Auxilio Alimentação, eles reivindicaram que o executivo pague o valor real da Cesta Básica.

O assunto mais debatido na reunião foi o possível contrato da Previdência Municipal (PREVIQUAM), com a AMM PREV.  Os funcionários públicos fizeram vários questionamento sobre o possível contrato,  e no entendimento final ficou aprovado por unanimidade a suspensão do contrato com a AMM PREV até a deliberação da Comissão e a indicação de novos nomes para compor a Comissão de Reestruturação do Fundo Municipal da Previdência Social do município.

A Assembleia Geral do funcionalismo publico teve  participação do presidente da Camara, vereador Roberto Moura, e dos vereadores Zé Melo, Renilson Senhorinho, Sergio Chaveiro e Joel Ramos. Os vereadores manifestaram apoio ao funcionalismo  e  querem  exclarecimentos sobre o possivel  contrato entre a PREVIQUAM  e a AMM PREV.



Por Quatromarcosnotícias