Prefeitura de Mirassol está contratando para várias áreas.

empregoFoi publicado nesta sexta-feira (26), no Diário Oficial do Município, o edital de chamamento público de instrutores e facilitadores, para ministrarem oficinas de inserção produtiva bem como de atividades socioeducativas, em 2018.

O edital pode ser conferido na página eletrônica do site institucional da Prefeitura (Transparência) ou acima na matéria. Mais informações podem ser obtidas no telefone (65) 9.9616.0504 e/ou na sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, na Rua Antônio Tavares, 3305, primeiro piso, Centro, cidade de Mirassol D’Oeste, Estado de Mato Grosso, de segunda a sexta-feira, das 07h00min às 13h00min.

Oportunidades

Há oportunidades para os seguintes profissionais: oficina de canto - oficina de Atletismo e Educação Física - oficina de violão - oficina de dança - oficina de capoeira - Oficina de Artesanato (Turma I) - oficina de Confecção de Docinhos - oficina de Design de Sobrancelhas - oficina de Ponto Russo (Turma I) - oficina de Ponto Russo (Turma II) - oficina de Crochê em Barbante (Turma I) - oficina de Crochê em Barbante (Turma II) - oficina de Patchwork em Tecido (Turma II) - oficina de Patchwork em Tecido (Turma II) - oficina de Atividades Fisioterapêuticas - oficina de exercícios mnemônicos - oficina de Violão oficina de Dança de Salão - oficina para Gestantes (Turma I) - oficina para Gestantes (Turma II) - oficina de Crochê em Barbante (Turma III) - oficina de Crochê em Barbante (Turma IV) - oficina de Manicure (Turma I) - oficina de Manicure (Turma II) - oficina de Automaquiagem (Turma I) - oficina de Automaquiagem (Turma II) - oficina de Serviços Domésticos - oficina de Confecção de Docinhos e oficina de Artesanato (Turma II).

Inscrições

Os interessados deverão protocolar requerimento de credenciamento, conforme modelo (Anexo II), junto a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, estabelecida na Rua Antônio Tavares, 3305, 1º piso, Centro, cidade de Mirassol D’Oeste, Estado de Mato Grosso, de segunda a sexta-feira, das 07h00min às 13h00min, até a data limite de 20 de Fevereiro de 2018.

 
Por Mirassol Urgente

Prefeitura de Mirassol está contratando para várias áreas.

empregoFoi publicado nesta sexta-feira (26), no Diário Oficial do Município, o edital de chamamento público de instrutores e facilitadores, para ministrarem oficinas de inserção produtiva bem como de atividades socioeducativas, em 2018.

O edital pode ser conferido na página eletrônica do site institucional da Prefeitura (Transparência) ou acima na matéria. Mais informações podem ser obtidas no telefone (65) 9.9616.0504 e/ou na sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, na Rua Antônio Tavares, 3305, primeiro piso, Centro, cidade de Mirassol D’Oeste, Estado de Mato Grosso, de segunda a sexta-feira, das 07h00min às 13h00min.

Oportunidades

Há oportunidades para os seguintes profissionais: oficina de canto - oficina de Atletismo e Educação Física - oficina de violão - oficina de dança - oficina de capoeira - Oficina de Artesanato (Turma I) - oficina de Confecção de Docinhos - oficina de Design de Sobrancelhas - oficina de Ponto Russo (Turma I) - oficina de Ponto Russo (Turma II) - oficina de Crochê em Barbante (Turma I) - oficina de Crochê em Barbante (Turma II) - oficina de Patchwork em Tecido (Turma II) - oficina de Patchwork em Tecido (Turma II) - oficina de Atividades Fisioterapêuticas - oficina de exercícios mnemônicos - oficina de Violão oficina de Dança de Salão - oficina para Gestantes (Turma I) - oficina para Gestantes (Turma II) - oficina de Crochê em Barbante (Turma III) - oficina de Crochê em Barbante (Turma IV) - oficina de Manicure (Turma I) - oficina de Manicure (Turma II) - oficina de Automaquiagem (Turma I) - oficina de Automaquiagem (Turma II) - oficina de Serviços Domésticos - oficina de Confecção de Docinhos e oficina de Artesanato (Turma II).

Inscrições

Os interessados deverão protocolar requerimento de credenciamento, conforme modelo (Anexo II), junto a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, estabelecida na Rua Antônio Tavares, 3305, 1º piso, Centro, cidade de Mirassol D’Oeste, Estado de Mato Grosso, de segunda a sexta-feira, das 07h00min às 13h00min, até a data limite de 20 de Fevereiro de 2018.

 
Por Mirassol Urgente

CONDUTOR FICA GRAVEMENTE FERIDO AO CAPOTAR CARRO, NA CURVA DA MT-175, PROXIMO A MIRASSOL D’ OESTE

acidente2O acidente ocorreu entre o entroncamento do Cacho, na BR-174 e Distrito do Sonho Azul a cerca de 12 Km de Mirassol D’Oeste –MT.
Na tarde deste domingo, dia 6 de agosto, por volta das 16:30 hs, Policiais Militares do 17 ° BPM foram acionados para atendimento de ocorrência,  acidente de trânsito, na rodovia MT-175, entre o Distrito do Sonho Azul e o Entroncamento da BR 174 conhecido como entroncamento do Cacho.
Ao chegarem ao local os militares se deparam com populares retirando as vítimas das ferragens de uma Picape GM Montana, de cor vermelha, com placas JZZ-7182, de Mirassol D’ Oeste MT, ao fazer a conversão de uma curva á esquerda , o mesmo perdeu o controle da direção, saindo da pista e capotando por algumas vezes.
Uma ambulância da Secretaria de Saúde de Mirassol D’Oeste foi acionada e após algum tempo compareceu ao local, e removeu a vítima para o Hospital Samuel Greve, onde recebeu os primeiros atendimentos médicos.
Segundo informações da Polícia Militar, na sequência a vítima foi removida para o Hospital Regional em Cáceres, onde permanece sobre cuidados médicos.




Fonte: Fronteira Alerta

 

Tribunal do Trabalho condena empresa de Mirassol D´Oeste á pagar indenização de R$ 15 mil a ex-funcionária

couroUma indústria de couro do município de Mirassol D'Oeste foi condenada a pagar danos estéticos a uma ex-empregada que teve lesão nas cordas vocais após ficar exposta a produto químico no horário de serviço. A inalação do produto trouxe uma série de prejuízos à saúde da trabalhadora que apresentou ainda convulsões, tonturas, depressão e ansiedade.

Ela fazia faxina na empresa e também a limpeza das peças de couro para retirada da gordura, após ficarem imersas em produtos químicos, atividade que exigia grande esforço físico. Em março de 2014, quando realizava a faxina no local, um colega de trabalho foi fazer a limpeza de um máquina com produtor químico. Houve formação de fumaça que foi inalado pela trabalhadora.

De imediato, ela começou a tossir, perdeu o fôlego, desmaiou no local e foi atendida pelos colegas. Em seguida, foi levada ao Hospital Regional de Cáceres mas, em decorrência da gravidade do seu quadro clínico, encaminhada para um hospital com mais recursos em Cuiabá.  Os exames médicos comprovaram queimaduras na pele e lesões na garganta.

No período em que ficou internada, teve várias crises convulsivas, ficou sem fala por 12 dias e ainda descobriu que tinha uma doença degenerativa na coluna que, segundo a trabalhadora, havia sido agravada pelos esforços de sua atividade na empresa.

Ela retornou para o trabalho mas se sentiu mal por diversas vezes e a fala não foi totalmente recuperada. Ao ficar grávida teve que parar de tomar a medicação, voltando a sofrer várias crises convulsivas. Por fim, foi dispensada em maio de 2015, ainda durante o período da gravidez.

Na Justiça, a empresa se defendeu alegando que prestou toda a assistência no momento do acidente e ainda arcou com os gastos do tratamento. Argumentou ainda que o quadro de depressão e ansiedade não está relacionado à inalação de produto químico e sim com o abuso sexual e abandono familiar que ela sofreu durante a infância.

O perito nomeado concluiu que a intoxicação por inalação e ingestão por produto químico provocaram “choque anafilático grave com tontura, dispneia, perda da consciência, crises convulsivas, queimadura química na orofaringe e nas cordas vocais”. Lesões que, conforme o laudo pericial, estavam diretamente relacionadas a intoxicação causada pela inalação do produto.

A sentença, proferida na Vara do Trabalho de Mirassol D’Oeste, determinou o pagamento de 10 mil reais por danos morais considerando o abalo moral e as sequelas definivas na voz da trabalhadora. Valor que foi considerado alto por parte da empresa, mas insuficiente para reparar os danos sofridos, segundo a trabalhadora. O recurso de ambas as partes foi levado a 1ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT/MT).

A 1ª Turma reconheceu que o dano estético não se resume a casos de deformidade física. Entendimento que vem sendo adotado na jurisprudência brasileira definindo que é de reparação por dano estético acidentes que causar alteração da voz. “Por considerar que tal reparação não se restringe aos casos de deformidade física, pois deve ser considerada a imagem da pessoa em toda a sua dimensão, encontrando-se a voz inserida dentro dos atributos com os quais o indivíduo se mostra ao mundo exterior”, explicou o relator do processo, Tarcísio Valente.

Com base nas provas periciais, a 1ª Turma do TRT determinou o pagamento de lucros cessantes, pagamento de danos morais e de danos estéticos.

 

PJe 0000198-69.2015.5.23.0091



Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social TRT-MT.
 

Homens rendem família e roubam caminhonete em Mirassol

roubo copyO casal foi levado para o mato, e ficou por duas horas sob a mira de arma de fogo, enquanto os comparsas levavam a caminhonete para a Bolívia. O fato foi comunicado a Polícia Militar por volta das 02h20min, na madrugada desta sexta-feira dia 28, por um Irmão da vítima, que solicitou apoio policial.
                       
Os militares obtiveram informação da vítima identificada como C,B,S,. que relatou aos policiais que ao chegar em sua residência, por volta da meia-noite, com sua caminhonete Hilux, de cor branca, ano 2013, com placas QBJ-4113, de Mirassol D'oeste, foi rendido por dois criminosos, que estavam em uma moto.
                  
Um dos bandidos armado entrou na caminhonete, levando também esposa e uma criança do casal,  sentido ao Distrito de Sonho Azul,  a certa de 7 Km, sendo que um dos criminosos seguiu de moto. Após passarem pelo referido Distrito, percorreram mais um trecho em uma estrada de terra, que dá acesso na BR-174,onde foram obrigados a descer do veículo.
                       
No local,  um dos bandidos permaneceu por cerca de duas horas, dentro do mato às margens da estrada, mantendo as vítimas sobre vigilância,  enquanto o comparsa fugia com a caminhonete e outros pertences da família.
                       
Cerca de duas horas quando finalmente o bandido pegou a sua moto e tomou rumo ignorado,  as vítimas foram soltas, e caminharam por um trecho e conseguiram solicitar apoio de familiares. As vítimas estavam muito abaladas pelo fato ocorrido, não sabendo nem mesmo informar a placa do veículo, porém o proprietário da caminhonete informou que o veículo possuía seguro.

O fato será registrado e investigado pela Polícia Civil de Mirassol D´oeste.



Por Fronteira Alerta