Homem leva 4 tiros em tentativa de homicídio na MT 248 entre Araputanga e Indiavaí

Categoria: Indiavaí
Acessos: 498

Vítima havia saído da cadeia a pouco tempo

Polícia investiga suspeita de possível acerto de contas

No início da noite da sexta feira, 06 de maio, policiais militares de Araputanga foram informados de uma tentativa de homicídio na rodovia MT 248, próximo ao Distrito de águas Claras, a 15 KM da cidade. A informação ainda dava cinta que  o homem estava ainda no local, caído e com ferimentos, porém consciente.

De imediato foi acionado uma equipe de saúde, que foi até ao local com uma ambulância, onde prestou os primeirossocorros, ao homem.  Os policiais constataram que a Vítima A. B. I. M., de 28 anos apresentava  ferimentos: um que teria entrado pelas costas e saído na região do tórax, um em cada braço e outro no queixo.

Segundo os policiais, a testemunha L.P. S. de 27 anos, também residente de Figueirópolis D´oeste, informou que estava pilotando a motocicleta, em que a vítima estava de carona. Ambos seguiam da cidade de Figueirópolis, e no trecho entre Indiavaí e Araputanga, próximo ao Distrito de Águas Claras, o atentado contra eles aconteceu.

Uma outra motocicleta que também trafegava com dois indivíduos, se aproximou, e o garupa efetuou vários disparos contra eles, alvejando seu amigo, que caiu da moto. Com medo de ser morto pelos bandidos, a testemunha continuou com sua moto, fugindo dos bandidos, e parou próximo a uma igreja, onde conseguiu pedir por socorro, a algumas pessoas que se encontravam lá.

Segundo informações a vítima teria saído recentemente da cadeia, e este fato pode ser um acerto de contas. A Vítima foi encaminhada primeiro para o Hospital de Araputanga, onde recebeu atendimentos médicos , e em seguida seguiu de ambulância para o Hospital Regional de Cáceres, onde está sob  Cuidados médicos.

A polícia informou que um quinto tiro teria alvejado o capacete do mesmo, entrado e desviado a trajetória, não atingindo a Vítima,

O fato foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Araputanga, que investiga o caso.

Fonte: Raul Valentim - Fronteira Alerta