ARAPUTANGA: Inaugurada ampliação da fábrica de rações da Coopnoroeste Lacbom

Categoria: Araputanga
Acessos: 146
A Cooperativa Agropecuária do Oeste de Mato Grosso (Coopnoroeste) aumentou a atual  produção de rações, com inauguração da ampliação de sua fábrica, conforme informou o diretor presidente Mizael Barretos. "Hoje essa fábrica tem capacidade de produzir 14 toneladas/hora, produzindo em média três mil sacas por dia, podendo totalizar a produção mensal de quase 90 mil sacas de rações", informou ainda que com a ampliação da fábrica de rações, a cooperativa passa a produzir diversidades de rações. "Podemos atender a região com rações minerais em fins", afirmou.

 
araputanga15O diretor vice-presidente da Coopnoroeste/Lacbom, Silvio Henrique observou que com a ampliação, a cooperativa produz com mais eficiência. "A gente tem condições de estar oferecendo preço melhor para nosso associado que vai refletir no aumento da produção de leite", disse.

Integrante do Conselho de Administração, Irineu Nonato de Oliveira destacou que a cooperativa se tornou uma grande produtora de rações, podendo ajudar o produtor, entregando o produto diariamente. Para o cooperado Sérgio Barbosa o investimento veio no memento certo. “É um investimento que vai atender a demanda" disse tendo respaldo do também cooperado Ademir Nobokite. “É um investimento de suma importância e tenho certeza que vai nos ajudar muito”, afirmou Nobokite.

Várias autoridades participaram do evento, dentre os quais o Presidente da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), presidente da Sicredi Noroeste, prefeito, vereadores e representante do Governo do Estado. “Diante da crise que vive o País estamos participando de um momento histórico, inaugurando um grande empreendimento e isso prova que quando se administra com seriedade, capacidade e união, com foco na ação, as coisas acontecem", disse o presidente da Empaer, Lair Mota da Silva que já foi funcionário da empresa.

O representante do vice-governador do Estado de Mato Grosso, Nilton Borgato destacou o trabalho da diretoria e a apresentação de novas ideias, com o objetivo de diversificar a produção dentro da pequena propriedade. "Isso é importante, pois manterá o pequeno produtor na roça, produzindo para alimentar a nossa região, o nosso Estado e o nosso País", afirmou.
 

Para a presidente do Sicredi Noroeste, Marlene de Souza Matos o investimento  vai dar suporte ao produtor de leite, que precisa muito de apoio, principalmente no período de seca. Ela destacou de suma importância o aumento da capacidade de produção de rações para a diversificação produtiva. "A nossa região necessita muito e essa diversificação vai agregar renda ao nosso associado e também fixar melhor o homem no campo", disse.

 
Durante o ato de inauguração  Padre Celso de Jesus destacou a importância da valorização dos fundadores da cooperativa, não perdendo, conforme ele,  o ponto de partida como disse São Francisco de Assis. "A gente sabe que há 42 anos Monsenhor Celso sonhou e juntamente com ele um grupo de pessoas criaram essa cooperativa que vem crescendo, então não podemos perder de vista esse ponto de partida do empreendedorismo e do bem comum, do desenvolvimento de nossa sociedade e de toda nossa região", afirmou.



Autor: Popular Online